Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

UM PAR DE BOTAS

UM PAR DE BOTAS

17.999 passos

No passado Sábado, 28 de Outubro pela Graça dos Santos, fizemos a viagem até Arouca sem atropelos. Saídos da FEUP, chegamos ao centro de Arouca, onde reunimos os restantes companheiros e arrancamos para o ponto inicial do trilho.

Propusemo-nos – e cumprimos – fazer dois trilhos, que se complementam em perfeição: o PR 13, Senda do Paivô e o PR 14, Aldeia Mágica.

O inicio da actividade sofreu um ligeiro (! ;-)) atraso, por vicissitudes diversas, tendo-se dados os passos inaugurais pelas 10h40.

Saídos de Covêlo de Paivô, a paisagem começou a ser marcada pelo cinzento rochoso e os tons outonais em pequenas sebes e arbustos. Seguíamos por uma subida ligeira, mas persistente, que rapidamente nos levou a uma altitude que nos demarcava bem do vale profundo que sob nós abria espaço para o curso do Paivô. A vista era formidável, mas o trilho obrigava a uma atenção cuidada, dada a presença de alguma pedra solta.

Sempre a subir, palmilhamos os quilómetros que nos fizeram chegar a Regoufe.

Durante o PR 13 fizemos 2 paragens, que nos tomaram cerca de 25 minutos: uma para alimento do corpo e outra para reunir o grupo, antes do término do percurso.

Em Regoufe, ponto de chegado, encontramos novo ponto de partida, o PR 14. O destino era a Aldeia Mágica – Drave!

Á saída da aldeia, deparamo-nos com uma subida bastante difícil. Por uma extensão de cerca de 1 quilómetro defrontamos uma subida agressiva pela enorme quantidade de pedras e cascalho solto, dispersos e propagados pelas fortes enxurradas que abalaram a zona. No entanto, alcançado o topo da encosta, a paisagem abafa o respirar de qualquer um!

Dai até Drave, o percurso é plano e, a certo trecho, tem uma descida muito acentuada (que se tornaria numa subida acentuada, no regresso!).

Pelas 13h10, estávamos a almoçar num espaço idílico de Drave: Bem aplicado o termo “Aldeia Mágica”! Sentados numa relva fofa, confrontava-nos uma pequena lagoa, espaço de repouso momentâneo do riacho que corria alegre. Tempo para reforço das forças, descanso, conversa, convívio, fotos e molha pés.

Antes das 14 horas já arrancávamos novamente para recuperar os pequenos atrasos acumulados. Iniciamos, assim, o trajecto de regresso.

Paramos apenas em Regoufe para a tradicional cerveja e a aguardente com mel, no tasco da aldeia.

Terminamos os PR’s pelas 16h30. Praxe à Rosa Rúbea.

Escusado será dizer que, de seguida, disparamos para a “sopa”. Que, sopa, só de nome (não havia!), mas as moelas e as fêveras no pão souberam a sopa e muito mais! E o bolo de chocolate do Tempestade, que estava muito bom…

Despedidas e regresso às terras de origem. Um dia bem passado e bom dia UPB!

 

Caminheiros participantes: Flor, Papoila, Colina, Urtiga, Andarilhus, J., Cebolinho, Cenourinha, Barba de Milho, Fonte, Tempestade, Milhafre, Enkosta e Rosa Rúbea

 

Andarilhus

XXX : X : MMVI

publicado às 09:40

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

7-8 SERRA DA ESTRELA

14 SERRA DO GERÊS

21 SANTO TIRSO

28 CAMINHA

FEVEREIRO

11 SERRA DO GERÊS

18 BARCELOS

25 AÇORES

25 CAMINHADA DE CARNAVAL

MARÇO

4 SERRA DO XURÊS

11 VIANA DO CASTELO

18 FAFE

18-20 PICOS DE EUROPA

20 ANIVERSÁRIO UPB

25-26 CHAVES

ABRIL

1 SERRA DO GERÊS

1 SERRA DA PENEDA

8 SERRA DO GERÊS

14 BAIONA

28-30 ALENTEJO

MAIO

1 ALENTEJO

13 MAIA

20-21 ANCARES

31 ANIV BLOGUE

JUNHO

3 PASSADIÇOS DO VEZ

3-4 SINTRA/SETÚBAL

10 SERRA AMARELA

15 GEIRA ROMANA

15-24 MARROCOS

24 LAGOAS DE BERTIANDOS

JULHO

1 CAMINHA

8 BUÇACO

19-23 PICOS DE EUROPA

AGOSTO

12-19 PICOS DE EUROPA

26-27 ACAMPAMENTO UPB

SETEMBRO

2 FAFE

9 SERRA DO GERÊS

10 SERRA DO GERÊS

16 ALFENA-VALONGO

21-30 AÇORES

OUTUBRO

5 PAREDES DE COURA

6-8 MUNIELOS-SOMIEDO

14 SISTELO

21 SERRA DO GERÊS

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Mensagens

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.