Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

UM PAR DE BOTAS

Percurso na Serra da Freita


Distância a percorrer: 13 km em circuito

Nível de Dificuldade: Médio, requerendo alguma prática

Desníveis: Pouco significativos, Percurso em zona de planalto

Tipo de caminho: Caminhos Tradicionais, algumas calçadas antigas e estradões



O percurso tem início na aldeia do Merujal. Dirija-se para nascente, pela estrada asfaltada, até ao Parque de Campismo. Vire à esquerda e, pouco depois, verá, do lado direito, a casa florestal. Entre no pinhal e siga até encontrar um pequeno riacho que terá que atravessar. Siga em frente até atingir uma zona mais elevada, da qual se avista a aldeia da Mizarela. Continue pelo trilho da direita junto ao muro, até atingir a estrada. Aí vire novamente à direita.

Poucos metros à frente encontrará o miradouro para a Frecha da Mizarela. Observe, antes de seguir o caminho que o levará ao interior da Mizarela, as águas que se despenham desde os 70 metros. Este trilho terminará num outro bem definido e rodeado de muros, onde deverá virar à direita. Seguirá por entre pequenos bosques em óptimo estado de regeneração e onde poderá ver carvalhos e azevinhos. Chegado a Albergaria da Serra, pare perto do coreto. É um excelente local para observar de observação de passeriformes.

Siga pela subida que passa pela igreja e pelo cemitério contíguo. Não deixe de observar, na parede frontal, a inscrição onde se menciona a albergaria que colhia os viajantes.

Continue, seguindo pelo lado direito da bifurcação, localizada escassos metros mais à frente, para um trilho pavimentado com antigas lages de granito e ladeado de muros de pedra. O trilho acabará numa estrada larga, perto de uma ponte, onde deverá virar à direita. O caminho que dá para monumento megalítico que deu o nome à Portela da Anta está bem sinalizado. Faça um desvio para a esquerda no caminho que está a seguir. Este é um local de visita obrigatória. Aí verá a Mamoa da Portela da Anta.

Pouco depois da passagem pela Portela da Anta encontrará um desvio à esquerda, pelo qual deve seguir. Um pouco mais à frente, este caminho estará empedrado com lages de granito durante uma extensão considerável. Prossiga até junto de um pinhal, antes do qual encontrará um cruzamento onde deverá virar à esquerda para um trilho menos bem definido, e ladeado, de novo à esquerda, por uma fiada de vidoeiros. Depois deste pinhal, que acompanha o vale, há uns núcleos de Vidoeiros e Choupos, cuja abundante sombra convida a uma pausa e eventual refeição. Ao fazer a descida para o vale reencontrará a vegetação agreste do planalto.

Tome o caminho em frente, até terminar numa estrada larga. Ao longo deste percurso encontrará dois desvios, devendo optar sempre pelo lado esquerdo. Ao chegar à estrada de alcatrão, vire à esquerda. Pouco depois estará de novo em Albergaria da Serra.

Para regressar à povoação de Mizarela, dirija-se para a ponte e percorra um caminho, rodeado de muros, que atravessa a zona de terrenos agrícolas que o trouxe até Albergaria no início deste percurso.

Já de volta à aldeia da Mizarela, siga pela estrada no sentido inverso ao do início do percurso. Ao encontrar o desvio de onde veio anteriormente, ignore-o e continue até encontrar, pouco depois e também do lado direito, um outro caminho pelo qual deverá seguir. Este trilho termina na estrada de alcatrão, onde virará à direita. Alguns metros depois encontrarão à esquerda um acesso à aldeia do Merujal. Irá percorrer uma zona elevada e deverá descer a escadaria que o conduzirá à aldeia e ao local do início do percurso.


publicado às 14:35

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

7-8 SERRA DA ESTRELA

14 SERRA DO GERÊS

21 SANTO TIRSO

28 CAMINHA

FEVEREIRO

11 SERRA DO GERÊS

18 BARCELOS

25 AÇORES

25 CAMINHADA DE CARNAVAL

MARÇO

4 SERRA DO XURÊS

11 VIANA DO CASTELO

18 FAFE

18-20 PICOS DE EUROPA

20 ANIVERSÁRIO UPB

25-26 CHAVES

ABRIL

1 SERRA DO GERÊS

1 SERRA DA PENEDA

8 SERRA DO GERÊS

14 BAIONA

28-30 ALENTEJO

MAIO

1 ALENTEJO

13 MAIA

20-21 ANCARES

31 ANIV BLOGUE

JUNHO

3 PASSADIÇOS DO VEZ

3-4 SINTRA/SETÚBAL

10 SERRA AMARELA

15 GEIRA ROMANA

15-24 MARROCOS

24 LAGOAS DE BERTIANDOS

JULHO

1 S. BENTO

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.