Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

UM PAR DE BOTAS

UM PAR DE BOTAS

Programa não oficial dos Carris...

Caminheiros,

Devido aos muitos mails que já recebi a perguntar o programa da caminhada aos carris, vou aqui descrever algumas ideias sobre o mesmo (não oficial):

O último ponto de encontro é na Vila do Gerês as 10 horas. Daí iremos até ao parque de campismo montar as tendas. De seguida podemos ir até à Pedra Bela fazer uma pequena caminhada até à Cascata do Arado, onde ficariamos a almoçar (por isso levem sandes para o almoço de sábado). Ao fim da tarde iremos até a Vila do Gerês comprar novas sandes para o almoço/caminhada de domingo - Minas dos CARRIS.
Se estiverem de acordo podemos ir jantar ao restaurante PIMPAO. É bom e barato.
No domingo de manhã bem cedo começariamos a subida até as Minas dos Carris.

Não se esqueçam do calção/fato de banho, toalhas, cremes protectores, chapéu de sol, etc...

Está previsto um aumento de temperatura para os próximos dias.


Boas caminhadas,


Alguma dúvida/sugestão.... :)
publicado às 09:17

Caminhada aos Carris

Caminheiros,

Gostaria de informar a hora e o(s) ponto(s) de encontro para o dia 24/7.

Para quem parte do Porto, o ponto de encontro é no parque de estacionamento da FEUP, às 8 horas.
Os que saiem de Vila do Conde e arredores o ponto de encontro é junto aos cafés da UM (Braga), às 9 horas.

Aqueles que não podem comparecer nem no Porto, nem em Braga, aparecem na Vila do Gerês às 10 horas, junto ao mercado (em frente à farmácia... só há uma :PP).

Peço a todos que cumpram os horários.

Mais uma vez relembro: façam umas caminhadas durante a semana.... já que o percurso é fácil mas longo.

E gostaria que as pessoas que vão e que ainda não se inscreveram façam o favor de o fazer.


Boas caminhadas,
publicado às 08:39

Info. CARRIS

Caminhada às Minas dos Carris
Trata-se de um percurso bastante fácil de seguir, mesmo sem mapas, porque se caminha sempre ao longo de um estradão que, antigamente, dava acesso às Minas dos Carris - umas minas de volfrâmio já desactivadas. O grau de dificuldade médio/elevado deriva do desnível do percurso - sobe-se sempre em direcção às minas - e da distância a percorrer. Se decidir fazer a caminhada no inverno, pode ser que encontre neve. Se decidir fazê-la no verão, cuidado com as cobras.
O ponto de partida é o posto de fronteira da Portela do Homem, onde pode deixar o seu carro. Desça ao longo da estrada de alcatrão, passando ao longo do Curral de S. Miguel para, um pouco mais à frente, atingir a ponte de S. Miguel sobre o rio Homem. Aqui pode ver a queda de água e o poço que no verão fazem a delícia de muitos visitantes. Neste local, encontra uma cancela que impede a passagem a viaturas e marca o início do estradão de acesso às Minas dos Carris.
Siga sempre ao longo desse estradão, tendo pelo lado esquerdo a Encosta do Sol, que no inverno, com o aumento das chuvas, dá origem a diversas quedas de água. Do lado direito, mais sombrio, grandes fraguedos se elevam, com corgas de vegetação muito densa.
Algum tempo depois da partida, chega à Fonte da Abilheira, onde se poderá abastecer de água fresca. Bastante mais à frente, passa a ponte sobre a Ribeira Água de Pala e, algum tempo depois, passa a ponte sobre a Ribeira do Cagarouço e, mais à frente, a ponte sobre a Ribeira de Madorno, que marca sensivelmente o meio do caminho até às minas.
Caminhe assim até à Chã do Teixo, local assim designado por ter aí existido uma árvore com o mesmo nome. Um pouco mais acima, já bem no alto, passe sobre um pequeno pontão, designado por Chã das Abrótegas, onde pode ver os restos de uma antiga branda (local de pernoita de pastores).
Após caminhar um pouco mais, está perto do alto e o cume mais próximo é o dos Carris (1504m). Um pouco mais além, está o Pico da Cabreirinha (1544m), o ponto mais elevado da serra e do PNPG, miradouro deslumbrante de terras galegas e do Barroso.
Chegado às minas, pode visitar todo o local, já bastante degradado, tendo em atenção os fundos buracos das minas. Se quiser Do alto pode divisar vários lugares de referência do PNPG. Faça aí uma pequena paragem para apreciar o Corgo de Lamalonga, local onde se depositaram os resíduos da lavagem do minério ao longo do período de laboração da mina.

Edifícios das minas e lagoa da lavagem do minério
Se quiser um bom sítio para almoçar, desça junto do edifício da lavagem, atravessando para o vale da Ribeira das Negras, junto ao Pico da Matança.
O regresso é efectuado pelo mesmo percurso, mas no sentido inverso.

publicado às 09:25

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

6 SANTO TIRSO

20 SERRA DA CABREIRA

27-28 SERRA DA ESTRELA

FEVEREIRO

3 SERRA D'ARGA

10 CARNAVAL UPB

17 SERRA DO GERÊS

24 CAMINHA

MARÇO

17 - 20 PICOS DE EUROPA

20 ANIVERSÁRIO UPB

24 GUIMARÃES

31 SERRA DO GERÊS

ABRIL

14 AZURARA - FÃO

21 SENHORA DA GRAÇA

25 - 30 CAMINHO DE SANTIAGO

28 - 30 ALENTEJO

MAIO

1 CAMINHO DE SANTIAGO

1 ALENTEJO

5 SERRA D'ARGA

12 SERRA AMARELA

19 SERRA AMARELA

26 SERRA DO GERÊS

31 ANIVERSÁRIO BLOGUE

JUNHO

1 SERRA D'ARGA

16 SERRA DO ALVÃO

23 VILA DO CONDE

30 SERRA DA ESTRELA

JULHO

1 SERRA DA ESTRELA

7 SANABRIA

20-31 ALPES - TMB

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Mensagens

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.