Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

UM PAR DE BOTAS

UM PAR DE BOTAS

SANABRIA: Peña Trevinca

Caminheiros, No passado dia 22/7/2005 o UM PAR DE BOTAS chegou aos 2130m de altura. Eu, e o Lobo fomos caminhar para as terras de nossos hermanos, mais precisamente para o Parque Natural de Sanabria. Acordamos às 5 da manhã do parque de campismo, que fica junto ao Lago de Sanabria. Começamos a arrumar as tralhas, arrumar a tenda...e saímos do parque por volta das 6 da manhã, já o dia começava a "acordar". Lá fomos em direcção ao Laguna de los Peces. Chegamos já eram 6.50. Preparamos o que tinhamos de levar, e começamos a caminhar eram 7 em ponto. Antes 10min da nossa partida, partiu um casal espanhol na mesma direcção (Trevinca). No início do percurso estava um placard que registava o "trilho" até Peña Trevinca, com um total de 25km; e com uma dificuldade (mt) alta, e uma média de 9horas de etapa total. Lá começamos a caminhar num percurso alternativo ao marcado, já que o Lobo tinha "sacado" na Net de um montanheiro inglês que passou por estas paragens. O GPS do Lobo é excelente. As duas primeiras horas foram (muito) fáceis (+-9 km). Á entrada do Vale de Penã Trevinca encontramos o "tal" casal de espanhois que tinham saído a nossa frente (e estavam perdidos). Com um breve troca de informações...lá fomos os 4 até ao objectivo pretendido. Fizemos a 1ª paragem na base do Monte Trevinca...para ganhar forças para a última etapa (mt difícil). Começamos a subir o monte eram 10 horas. A subida é muito, muito desgastante, principalmente os últimos 200 metros. Nunca subi um monte tão ingrime. Foi duro, muito duro. Chegamos ao topo de Peña Trevinca eram 11 horas (uma hora a subir, a subir...). O topo tem a altitude de 2129 metros. Foi bom ter chegado tão alto. Foi agradável apreciar a paisagem em redor. E ver que existiam montes mt altos. Ver a Provincia de Ourense, Zamora e Leão. Estavamos na fronteira de 3 Provincias espanholas :) Descansamos um pouco, tiramos fotos, e trocamos informações com o casal espanhol. Na descida fomos por outro caminho (mais longo). Valeu a pena andar a corta-mato. Percorremos o Vale, e fomos em direcção ao último monte que tinhamos de subir. Foi mais uma estafa. Ao contrário do Peña Trevinca, este monte foi mais complicado os 1ºs 200 metros. Ao chegarmos os topo, foi bom, muito bom. Foi relaxante ver que tinhamos subido 2 grandes montes. Andavamos nos 1900 metros. Continuamos até ao carro. Chegamos eram 15 horas. (das 7 às 15 horas). Correu tudo pelo melhor. Foi BOM, MUITO BOM o UM PAR DE BOTAS ter atingido o seu ponto mais alto! Fico a espera das FOTOS do LOBO, e dos gráficos do GPS. Total do percurso: 23 km 7h51m10s Ascenção total: 1012 m Descida total: 997 m Ponto mais alto: 2129 m Ponto mais baixo: 1589 m Ate mais ver,
publicado às 20:40

Patrocínios

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

4 SERRA DO XURÉS

11-12 SERRA DA ESTRELA

18 LIXA

FEVEREIRO

1 SERRA DO GERÊS

8 PÓVOA DE VARZIM

22 CARNAVAL UPB

MARÇO

7 SERRA D'ARGA

14-31 COVID 19

ABRIL

1-30 COVID 19

MAIO

1-30 COVID 19

31 ANIV BLOGUE

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Mensagens

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.