Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

UM PAR DE BOTAS

UM PAR DE BOTAS

MONTE PERDIDO e BRECHA de ROLANDO

Começamos com uma má notícia na nossa "aventura" nos PIRINÉUS: "O refúgio de Góriz estava lotado". (ainda bem. explico mais à frente)*.

Uma das opções seria acampar a 2200m . A outra encontrar dormida em Torla .

Saímos de Vila do Conde à 1h45m do dia 1 de Novembro. Quando passamos por Puebla de Sanabria o termómetro do carro marcava  6 graus negativos.

Apesar da viagem ser muito longa e cansativa, fez-se muito bem; e a bom ritmo. Tomamos o pequeno almoço na área de serviço de Pamplona. Chegamos a Torla por volta da hora de almoço. De seguida fomos "esticar" as pernas e procurar o local de dormida. Fomos obter informações sobre o tempo que se fazia "lá por cima" e alugamos uns crampons (6 euros o par) com piolets 10 euros.

Jantamos e fomos dormir que o dia foi muito cansativo (sem dormir e mts horas dentro de um carro) e o dia seguinte muito mais...trabalhoso!

 

O TREKKING

Dia 1: Acordamos às 4h (hora local), tomamos o pequeno almoço e seguimos para Pradera - início do nosso trekking.

Preparamos as mochilas, colocamos as luvas, frontais e lá fomos guiados por um céu estrelado. Estavam 3 graus, mas a temperatura descia sempre que nos aproximavamos do rio Arazas. E os primeiros vestigios de neve/gelo começaram a aparecer...

Chegamos ao Circo de Soaso e à Cola de Caballo em 1h30m num ritmo muito rápido. Mais parecia uma marcha...

Aí trepamos pelas correias em ferro até ao patamar seguinte que nos levaria ao Refúgio de Góriz . Aqui, "almoçamos"! Eram 8h10m.

Estavamos muito bem fisicamente, e seguimos para o nosso objectivo: MONTE PERDIDO, 3355m.

Os declives nos últimos 3km eram mais intensos. Dava uma média de 1h por km.

Fomos subindo a um ritmo muito intenso, ultrapassando pequenas fendas, neve, pedras e algum gelo.

Passo a passo íamos ultrapassando cada obstáculo sem grandes dificuldades. No último 1.5km três dos caminheiros optaram por não avançar, cada um com razões distintas. Os restantes quatro avançaram a bom ritmo. Chegaram ao topo por volta das 12h. Como merecido prémio aguardava-os a soberba paisagem em volta do Monte Perdido.

Muitos parabéns ao Águia Real, Galga Montanhas, Volfrâmio e Lama. Levaram mais uma vez o UM PAR DE BOTAS ao topo.

Os três restantes desceram para o Refúgio de Góriz, onde almoçaram, descansaram e até deu para tirar uma soneca...

Por volta das 15h os caminheiros estavam todos juntos. Após uma pausa para descansar e ingerir alimentos descemos para a Pradera. Ainda tínhamos 9km para andar...

Ao fazermos o sentido inverso, optamos por não descer pelas correias mas sim pelo trilho marcado. Mais longo mas mais acessivel.

Terminamos o nosso 1º dia de caminhadas nos Pirinéus como começamos, com luz do frontal, e com 13h30 de marcha.

Após 11h de viagem de carro, sem dormir e ainda fazer 13h30 de marcha foi EXCELENTE. Estavamos em forma e com boa disposição para o dia seguinte: BRECHA de ROLANDO.

*Ao ficarmos em Torla deu mais "pica" para fazermos todo o percurso até ao Monte Perdido. Se estivessemos ficado no Refúgio de Góriz tinhamos feito apenas 6km (ida e volta), mas muito trabalhosos. E ao ficarmos por Torla deu-nos um leque maior de opções para o dia seguinte (ou não). Em Torla ficamos num "refúgio".

 

Dia 2: Acordamos com os musculos das pernas um pouco doridos da jornada anterior, mas às 6h da manhã (hora local) já estavamos prontos para um novo trekking.

Nesse dia o nosso objectivo era a BRECHA DE ROLANDO, 2800m. O gráfico em perfil indicava uma muito longa subida até ao topo, mas nada que nos detivesse (?).

Começamos junto ao Refúgio do Bujaruelo. Desde o início o ritmo foi muito rápido (até parece que no dia anterior não tinhamos feito o que fizemos). Sempre a subir, sem paragem, num bom ritmo de marcha atingimos o 1º patamar - uma estrada que vinha de algures... Estavamos +- a 1600m. Aqui começou o trilho com neve. Com algum cuidado fomos avançando em direcção ao Refúgio de Sarradets.

Estavamos a 20 minutos de o atingir, e fomos impedidos de avançar já que o gelo (em cascata) não nos permitia ultrapassar sem crampons. No Monte Perdido é esta altitude não havia indicios de neve. Mas aqui já era alguma. Mas o pior era o gelo. Face norte! tss

Após uma breve troca de opções cinco optaram por baixar e dois optaram por continuar para outro destino... o vale Circo de Gavarnie!

Descemos nas calmas, fomos tirando fotos...e chegamos a Torla já o dia estava no seu limite. Mais 10min e lá teriamos que usar o frontal. O Águia Real e o Galga Montanhas apareceram 20min depois. Assim terminou o nosso trekking nos Pirinéus.

Um banho, descansar os pés e um bom jantar era o que o nosso corpo pedia.

No domingo de regresso a casa parámos em Chaves para a Palhada, no Restaurante a Talha. Muito BOM!

Ás 18h30 estavamos em Vila do Conde para dar término é mais uma "aventura" do UM PAR DE BOTAS.

 

 

 

Caminheiros participantes: lama, leão, louro, volfrâmio, galga montanhas, águia real e medronho

 

medronho

MSN medronhum@hotmail.com

publicado às 09:32

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

5-6 SERRA DA ESTRELA

12 MATOSINHOS

26 SERRA DA PENEDA

FEVEREIRO

9 MAIA

16 SANABRIA

23 VALENÇA

MARÇO

2 CARNAVAL UPB

9 SERRA DO GERÊS

16 VILA DO CONDE

20 ANIVERSÁRIO UPB

20-24 PICOS DE EUROPA

30 PÓVOA DE VARZIM

ABRIL

13 SERRA DO GERÊS

19 SERRA DE VALONGO

25-28 ALENTEJO

27 SERRA DO GERÊS

MAIO

1 SERRA DO GERÊS

4 CAMINHADA 1000

11 SERRA DO GERÊS

18 SERRA DO MARÃO

25 RIO AVE

28-31 AÇORES

31 CAMINHADA NOTURNA

31 ANIV BLOGUE

JUNHO

8 VIANA DO CASTELO

8-10 COSTA VICENTINA

15 SERRA DO GERÊS

22 SERRA DA PENEDA

29 SERRA DA ABOBOREIRA

JULHO

13-20 PIRENÉUS

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.