Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

UM PAR DE BOTAS

UM PAR DE BOTAS

TRILHO DO CASTELO - COVIDE

O dia amanheceu em tempo de Verão tardio. O Sherpa foi o primeiro a chegar a Terras de Bouro. O Passo Largo, a Senhora do Monte, o Quarto Crescente, a Lua Nova (a mais nova UPBotista a caminhar) e o Louro (o escrevedor nomeado voluntário) chegaram um pouco mais tarde ao pequeno-almoço. A Nogueira, depois de resolver um pequeno contratempo pneumático já tinha seguido para Santa Isabel do Monte e já nos esperava em Campo dos Abades.
Pelas 10h00 começamos a caminhar. À frente o Quarto Crescente ia anunciando as marcações. Era sempre o seu olhar atento o primeiro a descobrir as marcas do PR, um campeão no jogo do “Xacobeo”.
Primeiro por uma paisagem rural de enorme beleza. Entre as aldeias de Campo dos Abades e Seara, o trilho percorre velhos caminhos entre bosques e campos de lameiros. Pouco depois da Casa dos Bernardos, uma antiga granja dos frades Bernardos recuperada para turismo rural pela CM Terras de Bouro, um cão de uns caçadores resolveu juntar-se a nós. E, apesar de termos tentado que regressasse ao seu dono, só quando entendeu é nos deixou. Na saída da aldeia de Seara existem algumas marcações vandalizadas, “apagadas” com tinta verde. É complicado compreender a motivação para tal, mas não é complicado seguir o caminho.
Depois a paisagem é de chãs elevadas, zonas de pastos percorridas por pastores e cavalos em liberdade. O Castelo que baptiza o trilho seria um castelo roqueiro à muito abandonado. A sua existência está documentada e terá sido importante no início da nacionalidade.
Almoçamos no coreto de Covide e no final deu tempo para um cafezinho. O percurso seguiu depois pela encosta a este. Primeiro por antigo caminho e depois por caminhos de pé posto. Um caminho com umas vistas fantásticas sobre a Calcedónia e vale do S. Bento da Porta Aberta. Nesta parte do percurso as marcações nem sempre foram fáceis de seguir, mas é a zona mais bonita do trilho.
Novamente em Seara, novamente as marcações vandalizadas. Junto a um moinho de água é preciso ter alguma atenção para não perder o percurso. O trilho segue depois por um bosque e leva-nos de regresso a Campo dos Abades pela antiga escola. Agora abandonada. Ao seu lado existe uma construção mais moderna, mas provavelmente da mesma forma vazia de alunos.
Regressámos aos carros e terminámos no Tosko, em Covide, a comer a bolo de chocolate da Nogueira.
Foi uma grande caminhada, com o recorde de idades UPBotistas largamente rebaixado e com um grande campeão de “Xacobeo”.
Louro
publicado às 09:45

TRILHO DAS ARGAS v TRILHO DO CASTELO

Trilho das Argas: Ponte de Lima

(sábado)


Este trilho tem início na aldeia do Cerquido. É um antigo trilho de
peregrinos no qual ainda se faz todos os anos uma caminhada nocturna à Sr.ª do Minho. Até lá é sempre a subir, mas sem grande dificuldade e com uma bonita paisagem sobre o Vale do Lima. Chegando ao topo encontramos a Capela de nossa Sr.ª do Minho e o planalto da Chã Grande. Aí pode-se descansar um pouco e apreciar todo o percurso do Rio Lima desde Ponte da Barca até Viana do Castelo. A partir daí não há muito mais para subir. Atravessando todo este planalto, e já na presença das habituais eólicas, chega-se à Capela de São João d'Arga, um local agradável para algum convívio. No regresso ao Cerquido, seguindo  antigos e bonitos caminhos rurais, passa-se por várias aldeias, a destacar a aldeia de Arga de Baixo e Arga de Cima. É um percurso misto, de montanha com o meio rural.




Ponto de encontro: às 8h30 em Estorãos (Ponte de Lima), ou 8h50 na aldeia do Cerquido (junto à escola primária). É para começar a caminhar as 9h.


Localização: Para quem vem do Porto: apanhar a A28 até Viana, depois  seguir pela A27 (Ponte de Lima) e sair em Estorãos (Lagoas - Parque de Campismo)
             - Para quem vem de Braga terá de entrar em Ponte de
Lima na A27 em direcção a Viana, a saída é a mesma.


Contacto: "Capreolus": bruno_torres@aeiou.pt

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Trilho do Castelo – Terras do Bouro
Domingo
 
0 Trilho do Castelo – o Castelo de Bouro ou de Covide – estende-se pelas chãs e cumeadas da memorável e histórica serra de Santa Isabel. O seu percurso, de 16.376 metros, atinge uma cota altimétrica de 990 metros e percorre-se com dificuldade média, por veredas singulares, ladeadas pelos maciços montanhosos da Amarela e do Gerês.
 
Ponto de encontro: Santa Isabel do Monte – 8h45.
Posto turismo Câmara Municipal de Terras de Bouro – 8h30.
 
Acessos:
EN-205-3 e EN-307
EM-536, EM-536-1
 
 
 
Passo Largo
publicado às 13:04

Mais sobre mim

imagem de perfil

AGENDA MENSAL

JANEIRO

4 SERRA DO XURÉS

11-12 SERRA DA ESTRELA

18 LIXA

FEVEREIRO

1 SERRA DO GERÊS

8 PÓVOA DE VARZIM

22 CARNAVAL UPB

MARÇO

7 SERRA D'ARGA

14-31 COVID 19

ABRIL

1-30 COVID 19

MAIO

1-30 COVID 19

31 ANIV BLOGUE

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.